Menino de 2 anos perde a vida ao cair e ficar cinco dias preso dentro de poço com 33 metros

Fatehvir Singh, de dois anos, caiu na quinta-feira passada em um poço com aproximadamente 33 metros de profundidade e 23 centímetros de diâmetro; quando brincava em um descampado nas proximidades de sua residência, no distrito de Sangrur, em Punjab, Índia.

O poço teria sido escavado pela própria família do menino, com o intuito de utilizar o poço para irrigação de suas terras e abastecimento para uso animal, mas segundo a família o poço havia sido fechado em 1991 e que desde então não se teria mais acesso ao poço.

“O poço estava coberto por um saco de areia, mas provavelmente o menino ao passar por cima o saco acabou se rompendo e o menino caindo para dentro do poço o que resultou nesse trágico acidente. Disse Vijay Inder Singla, representante da assembleia do estado de Punjab.

O caso do menino gerou comoção e revolta pelos moradores da localidade, os moradores se expressaram revoltados pela demora no atendimento do menino pelo governo. Afim de evitar novos acidentes semelhantes, o governo do estado ordenou medidas de segurança para os milhares de poços da região.

Pela frequência em que poços são escavados pela população afim de utilizar para irrigação de terras e abastecimento de água para animais, acidentes dessa natureza são comuns nessa região tendo a maioria dos casos final diferente do que o caso do menino Fatehvir.Clique na seta abaixo, após a publicidade, para continuar lendo a matéria.

PRÓXIMA PÁGINA
2 / 3